Nubank levanta US$ 400 milhões em rodada de investimentos

13/08/2019 • por meuSucesso .com

Start up que nasceu há seis anos já vale US$ 10,4 bilhões.

Os números do Nubank, sexta maior instituição financeira do país, considerando o número de clientes, pisa fundo no acelerador e seus números impressionam. Com apenas seis anos de vida, fundada em 2013, a fintech levantou, em sua sétima captação, nada menos que US$ 400 milhões. De 2018 pra cá, dobrou sua base de clientes e seu crescimento segue a pleno vapor, o que abre os olhos das empresas brasileiras que querem lançar novos produtos e ocupar os espaços existentes no mercado.

O Nubank expandiu não só sua carteira de clientes, que já está em torno de 12 milhões de pessoas, como também seus produtos. Além do cartão de crédito, agora também oferecem a NuConta, o programa de benefícios Nubank Rewards, a função Débito para a NuConta, o empréstimo pessoal e, além disso, já estão testando a conta pessoa jurídica. Com escritórios em São Paulo, Buenos Aires, Cidade do México e Berlim, a grade de colaboradores também está em plena expansão.  





O que é rodada de investimentos?

Muitas startups recorrem ao capital de investidores externos para acelerar o crescimento de suas empresas. Para isso se utilizam de rodadas de investimento e, de forma geral, existem algumas modalidades: Seed, Série A, B, C.

Seed - Uma Series Seed (Investimento Semente) se dá nos estágios iniciais das startups, para definir as bases do negócio, formalizar sua atividade, iniciar produção e auxiliar na contratação de colaboradores.

Série A - Aqui a startup já possui um modelo de negócio e está em processo de consolidação de mercado, portanto, o capital investido é usado para otimizar e afinar seu modelo de negócios. Com isso, a empresa consegue levantar capital significativo se desenvolver melhor.



Série B - Com a startup já consolidada, com mercado e consumidores bem estabelecidos, o maior objetivo nessa etapa é aprimorar processos, realizar contratações, criar departamentos, buscar novos mercados, adquirir outras empresas, ou seja, trazer escala ao negócio.

Series C - Nessa fase, a empresa já está bem desenvolvida e muitas acabam se lançando no mercado estrangeiro. Além de fundos de Venture Capital, atraem capital de empresas de Private Equity e fundos de Hedge.



O mercado está criando cada vez mais espaços para o crescimento das start ups, os empreendedores devem estar de olhos abertos! Quer entender mais a fundo sobre esse assunto e entrar de vez no mundo das rodadas de investimento, e saber o que os investidores buscam? No MeuSucesso.com, a série Starving vai te ajudar a adquirir conhecimento sobre como funciona a mente do investidor – venture capitalist. Acesse já, experimente grátis por 7 dias!

Experimente por 7 dias grátis

Comentários