Franqueado vs Franqueador: como planejar uma franquia do zero

14/11/2018 • por meuSucesso .com

Veja os 10 passos para construir um processo de franquia que seja eficiente e funcione da maneira correta

Expandir a empresa é o sonho de todo empreendedor, mas para esse tipo de operação sempre é necessário analisar muitos fatores e saber se planejar de maneira adequada. Adotar o modelo de franquia é uma opção muito comum para diversas organizações e, em contraponto, é também uma solução para quem quer abrir um negócio mas precisa de suporte e orientação.

A Série de Franquias do meuSucesso.com é dividida em 10 episódios com o intuito de ensinar o passo a passo para quem quer ser um franqueador e também para aqueles que desejam se tornar franqueados e têm interesse de conhecer como funciona esse tipo de modelo de negócio.

Para um processo de franquia do zero é necessário estruturar todo o negócio cuidando de vários fatores como:

1- Modelo de negócios: define o conceito do negócio, mix de produtos e serviços oferecidos, público-alvo, formato das unidades, localização, diferenciais

2- Modelo operacional: qual é a estrutura necessária para operar uma franquia

  • Que processos essenciais deverão ser realizados pela franquia e pela franqueadora?
  • Quais são as interfaces entre os processos?
  • Qual a estrutura necessária para operar uma franquia?

 

3- Modelo mercadológico: tipo de produto e/ou serviço, preço, embalagem, comunicação

  • Onde a unidade deve estar localizada?
  • Como os preços serão definidos (política comercial)?
  • Marketing de rede: institucional, local - estrutura para suportar ações locais.

 

4- O modelo de controle: indicadores monitorados na franquia

  • O que controlar na operação? Insumos, Produtos, Uso da marca, Atendimento, entre outros;
  • Que ferramentas utilizar para controlar isso? Checklist visitas, Manuais, Contrato, etc;
  • Com que periodicidade controlar? E qual o nível de controle?

 

5- Modelo financeiro: valores e taxas para pagar custos e gerar retorno.

  • Como definir as taxas? coletar informações sobre a concorrência, os modelos de operação da franquia e do franqueador e a estratégia de expansão;
  • Montar cenários financeiros com diferentes valores de taxas e avaliar o impacto das taxas nos resultados da franquia e do franqueador;
  • IMPORTANTE: Se as taxas não são suficientes para bancar a operação da Franqueadora o negócio NÃO É VIÁVEL.

 

6- Modelo tributário: deve prever todas as opções tributárias e quais permitem maior rentabilidade para o negócio.

7- Modelo de seleção do franqueado: define o perfil ideal do franqueado.

  • Como funciona o processo de Seleção e os critérios para selecioná-lo
  • Onde buscar este franqueado?
     

8- Modelo de expansão: define a forma e o ritmo de crescimento.
 

9- Modelo de suporte e monitoramento: cria uma estrutura para supervisionar a operação.

  • Que tipo de suporte prestar ao franqueado em Operação, Gestão, Marketing, Vendas;
  • Que ferramentas utilizar neste suporte? Checklist, DRE, Peças de divulgação, Manuais;
  • Que estrutura criar para o suporte? Gerente de Franquias, Consultor de Campo, entre outros.

10- Modelo jurídico, plano de implantação e contingências

  • Estrutura contratual a ser utilizada;
  • Principais requisitos que devem constar no contrato.

Comentários