Métricas e Experiência do Cliente: aprenda o que NÃO fazer

14/11/2018 • por meuSucesso .com

Quando falamos em pensar no cliente, usabilidade e métricas há diversas práticas que devem ser levadas em conta e outras que é preciso deixar de fazer

Você já conferiu dicas valiosas do meuSucesso sobre como melhorar a experiência do cliente. Mas tão importante quanto saber o que fazer é justamente saber o que não fazer para evitar o afastamento dos clientes do seu negócio. Certo?

Confira abaixo alguns ensinamentos retirados do Blog do Google sobre o que você não deve fazer ao tentar gerar boas experiências aos seus consumidores:

Tecnologia

Mais do que nunca, a tecnologia está influenciando fortemente o comportamento do consumidor. Cada vez mais os clientes deixam de comparecer ao ambiente físico e passam a realizar os pedidos de maneira digital, principalmente através dos smartphones.

Por isso, uma interface integrada, rápida, responsiva e adaptada ao formato mobile é algo básico para empresas que lidam não só com comércio online, mas também com informações e dados online. Hoje, a internet é o principal canal de informações para o consumidor e, se seu negócio não está adaptado ao meio, o cliente muito provavelmente buscará quem está.

Adapte-se

O essencial para evitar erros nas estratégias é pensar justamente naquilo que os clientes não iriam querer nas suas experiências digitais. E isso não é muito difícil de descobrir: páginas irrelevantes, seu conteúdo, que demoram a carregar, repletas de anúncios irritantes, informações desconexas e dificuldade na finalização das compras. Portanto, adapte-se e leve em consideração o feedback dos clientes no momento do desenvolvimento do projeto.

Se todos sabem que pessoas odeiam sites que demoram para abrir, crie páginas que carregam no menor tempo possível 1 segundo. Se o problema for o conteúdo fraco e repetitivo, invista na produção de materiais mais relevantes e completos ao invés de frequente e desinteressante.

Por fim, utilize ferramentas extras para melhorar a navegação do usuário, como por exemplo o Google SmartLock, evitando que os usuários precisem logar toda vez que entram no site.

Métricas

Não ignore o Tracked Performance e o True Performance do seu negócio.O Tracked Performance permite acompanhar quando alguém entra no nosso site e se há conversão, dando informações completas para o setor financeiro da empresa.

O True Performance, por sua vez, envolve o Customer Lifetime Value (valor do ciclo de vida do usuário, ou CLV), gerando informações sobre as pesquisas dos usuários e sobre a quantidade de apps que foram baixados, ajudando a identificar as interações entre clientes que tenham mais valor. Isso possibilita comparar mídia, assets e mensagens visando a otimização das campanhas de marketing.

Comentários